Amapergs Sindicato intensifica conversas com parlamentares sobre regulamentação da Polícia Penal

O deputado estadual Aloísio Classmann (PTB) conheceu, nesta quarta-feira (07/04), a demanda da Amapergs Sindicato relativo à regulamentação da Polícia Penal no Rio Grande do Sul. O Estado é um dos mais atrasados na questão e a entidade, que representa mais de 7 mil servidores penitenciários que atuam em 150 casas prisionais do RS, cobra agilidade do Governo Eduardo Leite no encaminhamento da proposta para a apreciação da Assembleia Legislativa.

Participaram da reunião com o parlamentar petebista, nesta quarta (07/04), o presidente da Amapergs Sindicato, Saulo Felipe Basso dos Santos, e a diretora da entidade, Priscilla Battú. Mesmo que a matéria ainda não esteja tramitando no Parlamento, a entidade tem realizado uma série de encontros com parlamentares e lideranças como forma de explicar a questão e sua importância para a segurança pública do RS.

Após aprovação de emenda constitucional pelo Congresso Nacional, os servidores penitenciários serão equiparados as demais polícias, sem acréscimo salarial, podendo realizar boletim de ocorrência, termo circunstanciado e operações de busca e recaptura. A emenda constitucional, todavia, precisa ser regulamentada pelos estados. Além disso, os servidores penitenciários, que serão transformados em policiais penais, receberão armamento do Estado.

 1,794 Total de Visualizações,  1 Visualizações Hoje

Compartilhe essa notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *